Atenta a importância que a eficiência operacional representa para o negócio, a Medral segue com a execução do Projeto Gestão Estratégica, o PGE. Este projeto, desenvolvido por uma equipe multidisciplinar, busca aprimorar o desempenho de nossas operações por meio de técnicas e ferramentas de gestão.

O projeto consiste no entendimento da rotina dos serviços comerciais prestados pelas unidades de Distribuição da Medral, com o objetivo de identificar lacunas, oportunidades de melhoria nos processos operacionais e maior retorno financeiro.

A equipe é formada pelas áreas de Tecnologia da Informação, Controladoria, Inovação e Operação. A partir de um modelo de painel gráfico já existente na Unidade de Inspeção de Furtos (Campos dos Goytacazes/RJ), a equipe desenvolveu um painel padronizado que poderá ser aplicado em todas as unidades de Distribuição da empresa. “Através dessa ferramenta conseguimos controlar de forma mais ágil, integrada e analítica as nossas atividades operacionais”, explica Jonathan Lisbôa, coordenador operacional na Unidade do Rio de Janeiro.

Com o auxílio da equipe de TI, foi possível criar um banco de dados mais seguro e confiável. “Uma vez que os dados ficam armazenados nos servidores da empresa, podemos fazer a manutenção diária e não corremos o risco de perder as informações”, explica Fábio Moreira da área de TI. Além disso, a ferramenta permite o cruzamento de diversos dados, possibilitando uma análise criteriosa dos processos internos e externos, e mais agilidade na tomada de decisões nos vários níveis de gestão.

Marcella Lopes, da Controladoria, lembra que o trabalho já foi colocado em prática na unidade de Vila Guilherme (SP) e “gerou resultados impressionantes no desempenho das equipes de campo, como por exemplo, na otimização do tempo e qualidade na realização das atividades”.  Na última semana a equipe que coordena a implantação do sistema esteve na Unidade de Vista Alegre, em São Gonçalo (RJ) para entender a realidade da unidade, dar início a construção do sistema e dar início ao treinamento dos colaboradores que vão se envolver diretamente com o PGE, e de acordo com Marcella, “este é um momento muito importante, pois é quando fazemos as adequações no sistema, de forma a garantir a aderência necessária com a operação”.

“Quando diversas áreas se unem com o propósito de entender os desafios diários de uma operação, as soluções ficam mais sob medida, mais eficientes”, ressalta Cristiane Penteado, coordenadora de Inovação. “E assim, atingimos o principal objetivo deste projeto, que é gerar valor e garantir cada vez mais eficiência operacional para todas as atividades da Medral”.